Comunicação do Espírito Bezerra de Menezes no 9º Congresso Estadual Espírita do RS

bezerra-de-menezes-espaco-sideral

Senhor Jesus,

Avança a tenebrosa noite das paixões. O crime e a hediondez dão-se as mãos no festival da loucura. As almas estorcegam no baile do desespero. As tempestades açoitam a Natureza ameaçando de caos. No entanto, a noite densa e aparvalhante lentamente cede lugar à madrugada libertadora.

A semelhança de um novo exército que atende a voz de comando, miríades de seres estelares mergulham na sombra da matéria para dar início à Era Nova.

Soam os clarins da Verdade em toda a parte. A esperança, a semelhança de uma primavera abençoada, aparece nos corações encharcados de angústia anunciando a chegada do Rei Solar à Terra em refazimento.

Desejamos louvar-te pelos anúncios e profecias anunciando o mundo pleno de corações redimidos e, por isso mesmo, rompe-se a densa cortina entre o mundo físico e o espiritual para que os Numes Tutelares volvam à Terra sofrida e restaurem a paz.

Somos aqueles que aprendemos a servir-te e compreendemos, a partir deste momento profundamente significativo, que o lema a viver é o amor e o paradigma a sustentar e demonstrar a nossa fé é o serviço. Recebe, desse modo, nossas almas profundamente coroadas pelas dádivas honrosas do sofrimento superado, dedicando-se a construção da plenitude em teu nome.

Encerramos uma etapa, outras são desenhadas para o porvir quando estarás reinando sobre nós e, na condição de servos, fiéis far-nos-emos assinalar pelas condecorações que conseguirmos em teu nome, as cicatrizes morais, as marcas de fidelidade.

Ontem, em holocausto, deram-te a existência os heróis que semearam a Tua luz na Terra, hoje também nos oferecemos em holocausto de ternura para que domines as províncias humanas. Já não serão necessários os circos, as arenas, o cárcere, o empalamento, a jogada nos fossos do padecimento, mas não podemos esquecer que para estar contigo necessitamos despir-nos das pesadas cangas do egoísmo, os fardos do ódio e do remorso, as culpas que nos atormentam, e superar as más inclinações.

Estamos dispostos Senhor, a doar-nos para aquilo que desejas em prol do mundo novo e melhor. Aqui estão os trabalhadores de ontem, que fracassamos, renovando entusiasmo e repetindo tarefas. Dispõe de nós como seareiros da última hora abençoando as existências com a entrega total ao teu amor.

Filhas e filhos do coração, Jesus é a solução final de todas as angústias!

Não temamos o mal nem as armadilhas da insensatez e da perversidade. Somente lobos caem nas armadilhas de lobos. A catapulta do amor alçar-nos-á aos altos cimos da imortalidade e cantaremos hosanas em triunfo, passadas as noites de tormentas e os dias de ansiedade.

Nós, os Espíritos espíritas, estamos convosco neste momento de alta significação. Exultemos juntos e juntos avancemos na direção do Mestre que nos guiará ao Reino da Plenitude.

Em nome de Deus, evocando a figura incomparável de Jesus, graças à misericórdia da Mãe Santíssima e o devotamento dos Guias Espirituais, consideramos encerrado este congresso na sua organização material, mas as suas luzes continuarão futuro afora, iluminando o caminho de todos nós na conquista do Reino de Deus.

Recebam, filhos e filhas, o carinho dos Espíritos encarregados de vos proteger e guiar, e o abraço do servidor humílimo e paternal de sempre,

Bezerra de Menezes.

Muita Paz.

(Psicofonia recebida pelo médium Divaldo Pereira Franco no encerramento do 9º Congresso Estadual Espírita do Rio Grande do Sul, promovido pela FERGS, no dia 05/11/2017, na cidade de Porto Alegre)

 

 

Anúncios