PROGRAMA PARA FORMAÇÃO DE LIDERANÇAS PARA O CENTRO ESPÍRITA E ÓRGÃOS DE UNIFICAÇÃO

LIDERANÇA

Acesse AQUI a apresentação no prezi

1. HISTÓRICO

No ano de 2008 iniciou-se com um projeto de formação de lideranças no então Departamento Doutrinário da FERGS que consistia na realização de oficinas nas 14 regiões federativas. A iniciativa foi exitosa e ensejou a adequação das oficinas para todos os segmentos do centro espírita e órgãos de unificação.
Atualmente, as propostas de trabalho e as ações no Movimento Espírita do Rio Grande do Sul são pautadas pelos princípios da liderança compartilhada e do trabalho em equipe, tendo por inspiração o Modelo e guia da humanidade: Jesus.

 

2. JUSTIFICATIVA

Diagnóstico realizado pelo Movimento Espírita do RS ao responder a questão:

Quais os maiores desafios enfrentados na gestão do centro espírita e dos órgãos de unificação?

  • A insuficiência de recursos humanos;
  • Dificuldade na sucessão de lideranças;
  • Conflitos interpessoais não administrados;
  • Lideranças e gestores com perfil inadequado às necessidades atuais do Movimento Espírita;
  • Processo de formação de lideranças inexistente.

 

3. OBJETIVO GERAL

Compartilhar com a rede federativa conceitos, ações, reflexões e vivências tendentes a propiciar uma cultura de liderança servidora, adequada ao processo de fortalecimento da União dos espíritas  e Unificação do Movimento Espírita no Rio Grande do Sul

 

4. OBJETIVOS ESPECÍFICOS

– Difundir conhecimentos e habilidades e estimular atitudes para o exercício da liderança espírita;

– Propiciar a formação de novos líderes;

– Aprimorar as habilidades para o trabalho em equipe e em times.

 

5. METODOLOGIA 
– Oficinas para os integrantes do centro espírita e dos órgãos de unificação, que oportunizam o conhecimento, a reflexão e a vivência dos conteúdos que integram o programa;

– Ações federativas que promovam o despertamento e a valorização das Lideranças de unificação.

 

6. OFICINAS/CONTEÚDOS:

  1. Alguns conceitos e noções básicas sobre liderança;
  2. Liderança – um Projeto da Lei Divina;
  3. Princípios de liderança – O coração do líder;
  4. O perfil – Jornada de Transformação;
  5. O Líder e a equipe – Liderança Situacional;
  6. Gestão, Liderança e Relacionamento Interpessoal;
  7. Liderança Percebida, Liderança Ofertada e Liderança necessária;
  8. Formação de Novo Líderes;
  9. Times Eficazes, Trabalho Eficiente;
  10. Brasil, Coração do Mundo Pátria do Evangelho – Lições e Perfis de Lideres Servidores;
  11. A Missão dos Espíritas – Evangelho Unificação e Sustentabilidade;

 

7. AÇÕES

 

  1. Compartilhamento efetivo de decisões, envolvendo as lideranças municipais e regionais do Movimento Espírita;
  1. Construção coletiva da pauta nas reuniões regionais e do Conselho Federativo Estadual;
  1. Transparência das ações e decisões – Portal Transparência;
    Formação de lideranças federativas
  1. Equipe federativa, integrada por colaboradores de todo o Estado;
  1. Capacitação de multiplicadores para a área doutrinária;
  1. Implantação dos Núcleos de Treinamento e Estudo nas Uniões e/ou Conselhos Regionais.

 

8. EFEITOS ESPERADOS

 

  1. Agendamento espontâneo pela rede federativa de oficinas versando sobre o tema;
  1. Realização de eventos, pelas regiões e uniões, sobre o tema;
  1. Capacitação de multiplicadores aptos a conduzirem as oficinas;
  1. Mudança de foco na visão dos desafios.

 

9. IMPACTO

  1. Processo definido de formação de lideranças para o centro espírita e para os órgãos de unificação;
  2. Elaboração de material para orientar a formação de lideranças;
  3. Equipes e times de trabalho eficazes para um trabalho de divulgação e unificação eficientes.

 

10. INDICADORES

  1. Número de oficinas realizadas;
  2. Número de agendamentos espontaneos;
  3. Numero de participantes nas oficinas;
  4. Número de Núcleos de Treinamentos em atividade;
  5. Número de regiões com multiplicadores em processo de capacitação;
  6. Número de colaboradores nas equipes da diretoria executiva da FERGS
  7. Eventos interregionais realizados.
  8. Tabulação das avaliações qualitativas pela Área de Pesquisa e Documentação da FERGS
Anúncios