Reunião Regional CRE-14

Triunfo

Foi realizada no dia 28 de setembro de 2014 a última Reunião Regional na 14ª Região Federativa, na cidade de Triunfo, que é composta pelas Uniões Municipais de Triunfo, Taquari e Montenegro.

A Federação Espírita do Rio Grande do Sul (FERGS), representada por sua diretoria executiva, percorreu 14 regiões do solo gaúcho, com uma grande proposta de intensificar a unificação espírita, por meio das Reuniões Regionais.

Ao longo de quase sete meses de intenso trabalho e gratidão foram visitadas as seguintes regiões: no dia 9 de março a 8ª Região, na cidade de Ijuí; no dia 17 de março a 1ª Região, na cidade de Porto Alegre; no dia 27 de abril a 7ª Região, na cidade de Itaqui; no dia 17 de maio a 6ª Região, na cidade de São Gabriel; no dia 24 de maio a 4ª Região, na cidade de Santiago; no dia 1º de junho a 11ª Região, na cidade de Camaquã; no dia 28 de junho de 2014, a 2ª Região, na cidade de Taquara; no dia 19 de julho a 10ª Região, na cidade de Santo Antônio da Patrulha; no dia 9 de agosto a 5ª Região, na cidade de Rio Grande; no dia 17 de agosto a 9ª Região, na cidade de Passo Fundo; no dia 30 de agosto a 3ª Região, na cidade de Caxias do Sul; no dia 13 de setembro a 13ª Região, na cidade de Rio Pardo; no dia 20 de setembro a 12ª Região, na cidade de Viamão; e no dia 28 de setembro a 14ª Região, na cidade de Triunfo.

As reuniões regionais contaram com uma proposta de abarcar grandes temáticas, à luz do espiritismo, tais como a Missão dos Espíritas, o Evangelho, a Unificação e a Sustentabilidade, além do desenvolvimento de atividades de integração das áreas dos Centros Espíritas.

O objetivo das temáticas foi despertar a consciência espírita para o compromisso com a união e a unificação do movimento, estimulando a atuação das lideranças na construção de ambientes sustentáveis, como ferramentas essenciais à sedimentação e a difusão do Espiritismo. Para tanto, foram desenvolvidas atividades de reflexão sobre o papel do espírita e sua relação no cumprimento da missão, visão e valores institucionais da FERGS, a unificação e os pilares que contribuem para a sustentabilidade do movimento, buscando em grandes obras espíritas as fundamentações essenciais para a instalação do Evangelho. Cinco grandes pilares que contribuem para a sustentabilidade do movimento foram apresentados, tais com: a sustentabilidade ética, a sustentabilidade sócio-político-cultural, a sustentabilidade ambiental, a sustentabilidade econômica e a sustentabilidade espiritual.

A existência de Deus, a existência e sobrevivência do espírito e o livre-arbítrio foram os três grandes eixos trabalhados ao longo dos meses, em um formato dinâmico de oficinas, contribuindo para a integração das diversas áreas presentes nos Centros Espíritas e na formação de novas lideranças.

Anúncios